Total de visualizações de página

domingo, 6 de novembro de 2011


TALVEZ

Sem andar, sem procurar
Quem sabe um dia a felicidade nos encontra
Em um abraço, um toque, talvez uma repentina caricia
O acaso possa nos ajudar

Em um esboço da alma
Nossos olhares se cruzaram
E uma cascata de sonhos nos inundaram
E neste momento desnudaremos sutilmente o silencio

Me deixa entrar em tua essência de mulher
Para juntos emanar-mos o cheiro da flor do amor
E nos sentiremos impregnados pelo aroma
Sem dormir acordaremos deste sonho para usufruir o melhor sabor

Ultrapassaremos os muros que nos separam
E estes momentos serão de inesgotável sensação
Que atravessa a pele tira os sentidos e atinge o coração
Não existe magia nem código, somente um sentimento chamado afeição

(Orides Siqueira)

Um comentário:

Rosangela Abreu disse...

" Sensacional poeta!! "