Total de visualizações de página

sexta-feira, 25 de novembro de 2011


O PINTOR E A TELA

Admiração e beleza no olhar
Vendo a beleza da tela que não responde
Pintada com extrema maestria
Bonitas e raras, fruto de pinceladas e cores

Minha fraca mente nada entende
Vendo um pequeno mundo delirante
De este majestoso ser pintante
O brilho no olhar a tela se estende

Quanta ternura quanto sentimento
Senti o pintor naquele sublime momento
Com seu transe em complemento
Esbanjando técnica e talento

É uma dádiva quase angelical
Nesta benção celestial
Expele luz ao pintar, uma bela viagem
Um transformador de cor em afeto, em personagem

(Orides Siqueira)

Um comentário:

Rosangela Abreu disse...

" Muito lindo poeta!! "