Total de visualizações de página

quarta-feira, 30 de novembro de 2011


INSENSATEZ

Penso e repenso
Em toda tua nudez

Nem disfarço
A minha estupidez

Mas tenho
Relâmpagos de lucidez

Quase enlouqueço
Querendo-te outra vez

Sou este ser
Carregado de insensatez

Delirando
Do amor a embriaguez

(Orides Siqueira)

3 comentários:

Reviragita Poesia disse...

Um domingo lendo seus poemas,
é uma dádiva!

Orides Siqueira disse...

Dadiva e poder te-ter lendo meu blog, beijo !!!

Rosangela Abreu disse...

## LINDÍSSIMO POETA!! ##