Total de visualizações de página

domingo, 27 de novembro de 2011




ATIRO PEDRA EM SANTO

Sei que tenho sonhos sem luz
Que também carrego cruz
E até troco minha existência
Pinto de negro minha consciência

Atiro pedras
Tenho alucinações
E não gosto de orações
Menos ainda de opiniões

Nunca quis ser santo
Curo-me sem pranto
Jamais choro nos cantos
Acredito num ser chamado Jesus
Mas Amim ninguém vai pregar na cruz

(Orides Siqueira)

3 comentários:

Reviragita Poesia disse...

Quanta coisa bonita!
Confortam a alma.

Orides Siqueira disse...

Disem que de poeta e louco todo mundo tem um pouco eu tenho bastantante a segunda opção

Orides Siqueira disse...

Disem que de poeta e louco todo mundo tem um pouco eu tenho bastantante a segunda opção