Total de visualizações de página

quarta-feira, 10 de março de 2010

Como todo interiorano sou bairrista e gosto muito de minha família, "GRAÇAS A DEUS" e hoje amanheci com saudade de duas mulheres que sempre gostei muito e devo muito a elas Minha vó Cacilda e minha tia Alvorina, que eram o protótipo da
MULHER RURAL, MULHER RURAL,MULHER RURAL,MULHER RURAL, MULHER RURAL,MULHER RURAL


MULHER RURAL

Amigo
Chega pra perto
Quero te ser bem direto
Quero fazer um relato
Da grande mulher rural
Poderia falar no plural
Mas prefiro singular
Para melhor falar
Pois vou te relatar
O viver de uma
Que conheci
Nasci bem perto
Me deu muito afeto
Esta mulher rural
Tinha dois nomes
Trabalho e honestidade
Viveu sem morar na cidade
Desde tenra idade
Só sabia trabalhar
Trabalhando de sol a sol
Colhendo milho
E levando para o paiol
Lida que sabia de cor
Podia plantar lentilha
Ou colher massanilha
Para dos males se curar
Mãe esmerada
Mulher dedicada
Vivia sempre a cantar
Nunca falou mal de ninguém
Trabalhando por um vintém
Soube os filhos criar
( Orides Siqueira)

Um comentário:

Leia disse...

Sensacional este blog com momentos poéticos da mais alta qualidade. Poesias que tocam profundamente o coração, feitos do fundo da alma. Aqui o poeta expressa com muita inteligência seus sentimentos.
Com carinho estou postando este comentário.