Total de visualizações de página

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

MENTIRAS OU VERDADES

Nos versos
O que não tiver nós botamos
Fazemos e desfazemos
E caprichamos

Inventamos amores incríveis
Ressuscitamos fantasmas
Soterramos psicotrópicos
Saudades e misérias
 
Em versos temos o que queremos
Mentiras inteiras
Ou meias verdades
Desejos em diferentes modalidades

Vimos
Incêndio no farol
Ou um louco
Querendo botar o pênis no formol
   
       (Orides Siqueira)

4 comentários:

Dilmar Gomes disse...

Pois é amigo Orides, se a vida muitas vezes, no coloca numa camisa de força, a poesia nos oferece todas as possibilidades.

Orides Siqueira disse...

Hehehe pelo menos em poesia temos sempre uma saida, abraços e obrigado pela presença Dilmar Gomes

Rosangela Abreu disse...

## Muito Bom! Poeta. ##

Orides Siqueira disse...

Obrigado Rosangela Abreu beijo guria