Total de visualizações de página

terça-feira, 15 de outubro de 2013

CARAMUJO  DESAJEITADO

Não me procures nas praças
Nem em estações de metro
Na hora do café
Não estarei
 
Se queres devolver-me
O “Compendio sobre egoísmo”
Que te emprestei
Não te preocupes porque de cor eu o sei
 
Talvez tu não saibas
Mas em dias como hoje
Viro um caramujo desajeitado
Busco refugio no silencio e espero deitado
 
Incapaz de qualquer reação
Fico escondido entre a luz e a razão
Para conversar a sós
Com o coração
  
         (Orides Siqueira)

2 comentários:

Rosangela Abreu disse...

## SENSACIONAL! ##

Orides Siqueira disse...

Obrigado minha querida amiga Rosangela Abreu de Arruda beijo