Total de visualizações de página

sábado, 21 de janeiro de 2012


OLHA O LOUCO

Em noite escura e fria
O louco perambula
Dança da risada e assobia

Brilha com sua luz
Sem anseios, nada o seduz
Nada o ofusca, ri e não sabe o que busca

Roupas desbotadas
Na lapela uma flor
Diz-se mensageiro do amor

Olhar singelo e meigo
Grita olha o louco
Sou louco, não leigo

Coloca óculos na estatua
Diz não ser culpado nem inocente
Tampouco louco apenas diferente

Contempla um mundo que chora
Fala mal de cigarro e droga
Diz,to fora não sou louco
Quero viver mais um pouco

(Orides Siqueira)

6 comentários:

Júllio Machado disse...

Se me permite; peço licença pra postar o que me veio como lembrança análoga, ao seu bem inspirado texto:

(...)Quero antes o lirismo dos loucos
O lirismo dos bêbados
O lirismo difícil e pungente dos bêbados
O lirismo dos clowns de Shakespeare.

- Não quero saber do lirismo que não é libertação.
Manuel Bandeira

Forte abraço!

Orides Siqueira disse...

O que é uma grande verdade mas sabe Júllio que estava andando de carro e vi um louco aqui na pequena cidade onde vivo e resolvi escrever isto, sabes que como tu estas a pouco no meu roll de amigos talvez não tenha lido mas a algum tempo a loucura era meu tema preferido nestas fase que temos de escrever sobre alguns temas especificos e que depois migramos para outros temas aliatoriamente abcs !!!

Amarilis Pazini Aires disse...

Orides e nada como podermos dar de vez enqdo uma de louco. Observando-os notamos que são sensiveis e não se incomodam com a opinião de ninguém, o que importa é o lirismo que os fazem diferentes e eles mesmos.
belissimo poema.
bjs

Orides Siqueira disse...

Obrigado Amarilis por sua amavel visita e seu comentario !!!

Blog Lucia Barros disse...

É realmente é simples e diferente,andante,viajante nos proprios momentos e nos seus vários pensamentos.
Uns não querem nem saber dos curiosos que olham para seus momentos.
Outros fazem para ter atenção de alguém para ganhar agrado e um pouco de afeto e contentamento.
Adorei essa poesia é inteligente sua escrita,ORIDEDES.

Orides Siqueira disse...

Obrigado Lucia sempre muito amavel !!!