Total de visualizações de página

domingo, 1 de janeiro de 2012



LAGRIMAS E DELÍRIOS

Enclausuro-me na saudade
Com muros de lagrimas
Sombras que cercam os brilhos
Como trem sem trilhos

Imóvel
Sou vitima de meus delírios
Implorando abrigo no vazio
Vitima do pensamento

Balbuciando seu nome sem sentido
Com meus lábios ressequidos
Indômita sensação
Pobre coração

Desconsolo avassalante
Olhar frio e distante
Soluço inconsolável
Dor imensurável

(Orides Siqueira)

6 comentários:

anazuleikaamorim disse...

Desconsolo avassalante
Olhar frio e distante
Soluço inconsolável
Dor imensurável

(Orides Siqueira)

Me identifiquei com essa. vou copia-la e coloca-la na minha página.
Que teu sol interior brilhe forte
e haja sempre muito amor em teu coração,muita PAZ em tua
vida,e muitas... belíssimas poesias virão, com certeza...

Que DEUS te abençoe grandemente!!
Bjs da amiga anazuleika

Orides Siqueira disse...

Querida ANAZULEIKA olha eu até estranhei até agora esta poesia não ser comentada ja que acho uma bela poesia embora como pai da criança sou suspeito de falar bjs e volte sempre !!!

Vania Viana disse...

Às vezes a gente se encanta e, encantado, escreve coisas lindas!
Lindo Blog, poeta!
Lindo poema
Um abraço,



Vania Viana

Orides Siqueira disse...

Obrigado VANIA venha mais por favor beijo !!!

Juloren disse...

Querido Poeta Adoro seus Poemas
cada um mais lindo que o outro
não em como escolher o mais belo
cada um tem sua beleza
em profundidade, que sempre nos encanta e nos deixa feliz.
agradeço a deus por ser sua amiga
e poder contemplar toda essa plenitude dos seu versos.
Bjs em seu coração.
sua amiga Juloren

Rosangela Abreu disse...

" Lindíssimo poeta!! "