Total de visualizações de página

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011


A NOBREZA DO AMOR

O amor é fogo lento
É perfume que se joga ao vento
Uma rosa sorrindo
O nu emergindo

É um jardim de caricias
Com flores intactas
É o enigma de uma ciência exata
Um nexo com reflexo

Faz bem para cantar e rir
Um impulso que faz ir e vir
É luz na escuridão
Um flesh no coração

Tem substancia e firmeza
É pilar da fortaleza
A velocidade do instinto
É raio da imaginação

(Orides Siqueira)

Um comentário: