Total de visualizações de página

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011


CONVERGENCIAS

Tu acalmas minha alma em rebeldia
Sorris para iluminar meus dias
Quero tua nudez luxuosa
Tua pele sedosa

Contigo
A escuridão é clara
Tem luzes em todas as direções
És o vento que me faz tremer, mas afaga

Sem ti
Sou inseto perdido
Sem paz nem direção
Sem sonhos nem sentido

Juntos
As fragilidades desaparecem
Agiganta-se a generosidade
O silencio é o som da liberdade

(Orides Siqueira)

Um comentário: