Total de visualizações de página

sábado, 10 de dezembro de 2011


DESLIZE DO EXTASE

Deslizamento de pensamentos
Como dedos em fios de seda
Ou uma luz tremula
Num tocar de pele

Deixando rastros de queimação
Sobre o corpo delírios de audição
Bocas exigentes
Com lábios em êxtase

Uma antiga dança
Com movimentos arcaicos
Escorregadio
Como tinta fresca em mosaicos

Desejos proibidos
Em ilimitada luxuria
Do êxtase a fúria
Espaços e traços na horizontal
Sobre forte respiração irregular

(Orides Siqueira)

3 comentários:

Reviragita Poesia disse...

Vim te ver.
Curtir seu blog
e reforçar
minha admiração
pelo seu trabalho.
Paz e Poesia,
Cecília Fidelli.

Orides Siqueira disse...

Obrigado querida CI sempre muito gentil, a admiração é reciproca beijos guria !!!

Rosangela Abreu disse...

### LINDÍSSIMO POETA! ###