Total de visualizações de página

sábado, 2 de abril de 2011


DEPOIS DOS TRINTA

Quando chega aos trinta
E o primeiro cabelo branco logo pinta
Vaidosa ela joga logo uma tinta
Ou então não pinta fica charmosa assim

Meus Deus como é bela a mulher depois dos 30
Coroa mulher vistosa, bonita e poderosa
Brilha como pedra preciosa
É depois dos trinta que a mulher é mais gostosa

Seria das pedras a mais preciosa
Esta senhora mulher majestosa
Já esta lapidada é mais brilhosa
Por tudo isto e mais bonita e vistosa

Ela já foi cantada ao vivo e em prosa
Nunca falta argumento para falar desta linda rosa
Linda como uma uva
Sempre encaixa como uma luva

Chamam de coroa, ela é mesmo a tal
Sempre linda uma mulher fatal
Uma flor ornamental
Pode até ser coroa, se for do raio solar

Mulher que a todos fascina
Que coroa, ela é mesmo uma menina
O que não souber ela ensina
Do artista ela é a obra prima

(Orides Siqueira)

2 comentários:

Juraci disse...

Querido seus poemas são maravilhosos
gostei muito, é incomparável, sem igual, tem fundamentos, gosto muito de ler seu poemas. obrigada.
Juraci

ro disse...

Nossa meu querido amigoooo...
parabéns muito lindo e emocionante ...adorei parabéns e muito sucesso hj e sempre..........