Total de visualizações de página

domingo, 22 de agosto de 2010


FLORES MULTICORES

Flores que brotam em mim
Distribuo flores deste jardim
Como um puro sangue indomável
Sou este ser insaciável

Colho flores nunca espinhos
E de flores marco meus caminhos
Muitas e muitas flores
Todas multicores

Nem em meu mais profundo sono
Das flores sinto abandono
E delas nascem meu sonho
E suavemente componho

Sinto a sensação do pedido
Num suplicar comedido
Para meu jardim florescer
Para perfumar meu ser

Como um produto mineral
Que tira da água o sal
Transforma areia em ouro
Nesta aurora triunfal

(Orides Siqueira)

2 comentários:

Malvina E.Echeverria disse...

Sempre gostei de poesias!
Da onde vc tira inspiração?
Adorei esta vou por no meu blog, bjs

Janetinha disse...

Lindo poema. Beijos!