Total de visualizações de página

domingo, 8 de agosto de 2010


DROGA É UM LIXO

O uso da droga te mata te devora
Não pense duas vezes pare agora
O efeito dos anos será assustador
Você vai virar produto de catador

Vai perder saúde ficará sem amigo
Será morador de rua
Sequer terá abrigo
Será o joio nunca o trigo

Fique de cara seja original
Não fique louco e vire marginal
Um foragido você será igual
Será desprezível um ser banal

Para te ajudar não terá ninguém
Não terás esposa filhos
Ninguém quer a seu lado um anormal
Terás em tua volta só gente do mal

Não me diga que é escolha
Você e homem não uma bolha
Mostra que sabe dialogar
Que é homem o suficiente para parar

Da sociedade vais virar o lixo
Nem homem serás um bicho
Quem se droga contigo
É teu maior inimigo

(Orides Siqueira)

2 comentários:

Sônia disse...

Parace que vc esta fazendo modificações agora, estava de uma cor , ja esta de outra, rsrsrs. nosso blog, parece um filho né?
todos os dias temos que entra , ver os comentários e etc...
O seu como não poderia deixar de ser esta um luxo , lindo!
Parabéns pelo seu trabalho que acaba sendo um deleite . Bjs no coração. Sônia Rêgo.

Basilina disse...

Muito lindo o seu blog e o seu poetar. Virei mais vezes.Parabéns! Se quise retribuir a visita:http://poesiasbasilina.blogspot.com

Meu abraço