Total de visualizações de página

quinta-feira, 26 de agosto de 2010



Divagando

No silêncio da noite
Me sinto navegando
Com pensamentos divagando
Navego em meus sonhos
Chegando ao porto
Na minha imaginação
Com minha fraqueza de ser
Iluminada por fleshs de lucidez
Mais forte que pensamentos
Este querer
Viaja em busca do saber
Sigo meus instintos além do que posso ver
E volto a viajar em pensamentos insanos
Com minhas incertezas
Coisas inerentes aos humanos
Voltando ao meu navegar
Quem sabe um dia em uma praia chegar
Em um emaranhado de idéias
Como uma teia entrelaçar
Em versos querendo do cérebro saltar
(Orides Siqueira)

Um comentário:

irisaparencias disse...

Lindo!
Enquanto navegas eu me aventuro em um vôo e nele me abasteço e volto muito satisfeita...Só assim consigo em brisas meus pensamentos transformar.
Visite meu blog e lá verás meus vôos e caso queira me ens
inará a navegar trocaremos nossas aptidões.
Um forte abraço
Íris Pereira