Total de visualizações de página

terça-feira, 10 de julho de 2012


ORAÇÃO AO CORAÇÃO

 

Senhor me deste um coração

Que foi minha ruína

Queria um coração sensível e puro

Me deste um  aflito e inseguro

 

Porque senhor

Que este maldito se apaixona e é sofredor

As vezes frágil

Outras vezes um cruel ditador

Sem nunca saber como escolher o amor

 

Diga-me meu senhor

Como tratar este companheiro sofredor

Vive amando e caindo em desamor

Meu grande senhor

Existe uma vacina para males de amor

   

Este coração sem juizo é mesmo sem jeito

Vagueia e não escuta o pensamento

Deixando o cérebro ao relento

Já não consigo mais cicatrizar suas fendas

Não tem jeito ele não quer e não tem emenda


 

      (Orides Siqueira)