Total de visualizações de página

sábado, 21 de dezembro de 2013

ALMA APERTADA

Ritmo
Descompassado
Coração acelerado
 
Sem calma
Nem sossego
Só e querendo aconchego
 
Querendo saber
E com medo
De não entender
 
A alma encolhida
Coisas da vida
 
Um ir e vir
Na espera do porvir
Um coração grande
Em ritmo lento
  

     (Geórgia Siqueira)

2 comentários:

Rosangela Abreu disse...

## BELÍSSIMO POETA!!! ##

Orides Siqueira disse...

Obrigado pela presença Rosangela Abreu, tinhas me abandonado beijo