Total de visualizações de página

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Meus respeitos ao dia da Raça Negra, deixo aqui minha homenagem com uma das mais belas poesias que escrevi "MULHER APELIDO MULATA"

MULHER APELIDO MULATA

Cor de ébano
Misturado ouro e cobre
Cabelos crespos que os ombros encobre
Deusa de uma miscigenação
Mistura que chegou a perfeição

Me embriago com o brilho de seu sorriso
E seu cabelo cacheado
Seios e glutens salientes como uma onda
Fico perplexo nesta emoção que ronda

Um momento de ternura e sonho carnal
Neste meu ímpeto animal
Em seu mundo simples e quase irreal
Um sonho sempre a nos cercar

Quando Deus criou esta ciência exata
O povo logo apelidou de mulata
Venus em vingança e grande demanda
Perfeição de mulher que Deus nos manda

(Orides Siqueira)

3 comentários:

Rosangela Abreu disse...

## LINDO! AMEI SUA HOMENAGEM POETA! ##

Orides Siqueira disse...

Obrigado Rosangela Abreu beijo

NARA MARTINS disse...

MUITO TOCANTE SUA POESIA!!! NÃO SOU NEGRA MAS ADOREI, ACHO MUITO LINDAS AS PESSOAS DE PELE MULATA E NEGRA!!!