Total de visualizações de página

quarta-feira, 22 de maio de 2013


 A LUXURIA DO AMOR

Amar é uma insólita luxuria
Uma gula voraz
E audaz
É navegar a deriva
Delírio e carinho
É a essência é o caminho
 
Amar é galopar nu ao vento
Entre desejos e ânsias
Dois corpos em explosão
É devaneio
Emoção
E o côncavo consexo
O inicio do nexo
Um flesh do reflexo
   
     (Orides Siqueira)

2 comentários:

Nádia Santos disse...

Deliciosamente sensual e ardente! Um abraço poeta.
=> Gritos da alma
=> Meus contos
=> Só quadras

Rosangela Abreu disse...

## AMAR É SIMPLESMENTE MARAVILHOSO E SER AMADO... HUM! AMEI POETA!! ##