Total de visualizações de página

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010


BRINCAR DE AMOR

Amei
Sofri ...chorei
Mas nunca te esqueci
A viver um grande amor, contigo aprendi

Foram momentos de amor ou tormento
Um amor sofrido, hoje um lamento
Hoje não mais olhas, nada mais sentes
Não confirmas nem desmentes

Fiquei com o melhor vivido, o amor sentido
No amor sempre se soma, mesmo que se tenha sofrido
Hoje sou um rato no deserto
Estás longe do coração e dos olhos tão perto

Mas entendi
Sei que as sensações do amor só eu senti
Mas confesso que não tenho saudade da dor
Sobrevivi porque só eu vivi um verdadeiro amor

(Orides Siqueira)

4 comentários:

Paulinho Dhi Andrade disse...

Amei
Sofri ...chorei
Mas nunca te esqueci
...........................

Adorei essa simplicidade!
Parabéns meu querido amigo Orides

Anônimo disse...

Obrigado Paulinho, este é o combustivel me move o apoio doas amigos !!!

Dominique disse...

Já visitei muitos mas o teu, mestre, é simplesmente divino; muitas das poesias você já postou na minha página.É emocionante o passeio até o final do túnel.bjs ,tua seguidora.c

Rosangela Abreu disse...

" Lindíssimo poeta! "