Total de visualizações de página

quinta-feira, 31 de julho de 2014

SABE NADA ........

Ao entrar
O silencio me invade
Estavas em frente ao espelho
A ajeitar os cabelos
Não entendi o porque
Se tudo estava perfeito

Teu olhar através do espelho
Era penetrante
E insinuante

Sorriste
Ansiosa, erótica e sensual
E percebi
Com prudência
Como era grande minha inocência

(Orides Siqueira)