Total de visualizações de página

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Poesia censurada pelo facebook (mais uma imbecilidade do fece)

SEIOS

Colos d”amor
Pequenos e discretos
Grandes e eretos
Dignos de apalpar com afeto

Arrepiados e sensuais
Túmidos e palpitantes
Dignos de um olhar penetrante
Uma suave e bela vitrine de amantes

Ondas em movimentar suave
Como divinos pecados da criação
Alimentam e afincam os olhares
Palpitam o coração

Montanhas imponentes
Com rubros botões
Num pequeno tocar
Aflige e aumenta emoções

Parecem disputar em duelo
O olhar com zelo
Prédio gêmeos edificado pela natureza
Cumes de singular beleza

(Orides Siqueira)

7 comentários:

Unknown disse...

Muito lindo ... parabéns POETA

Nlna Ferreira disse...

Não vejo nada de mais,incrivel como o Facebok preocupa-se com seu poema k nada tem de nudez ou palavrões e deixa textos e figuras que eu própria já recebi.não se preocupe pois isso é a comprovação k vc esta fazendo sucesso.Porque não se chuta cachorro morto neh msm amigo Abraços.

Orides Siqueira disse...

Unknown, muito obrigado beijos no coração

Orides Siqueira disse...

Nina Ferreira, obrigado e beijo no coração

Sueli Bernardi disse...

Adorei o poema muito lindo.....a foto maravilhosa....face deveria se preocupar com tantas outras coisas.......parabéns sempre.......bjs

Sueli Bernardi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Orides Siqueira disse...

Sueli Bernardi, obrigado querida amiga no face existem verdadeira pornografias e se preocupando com minha poesia, são umas bestas mesmo.