Total de visualizações de página

segunda-feira, 11 de março de 2013

Escrevi esta poesia quando cheguei de uma viagem a amada Seival e depois para formatar procurei fotos de Seival e para meu espanto ao procurar no google vila seival entre tantas outras lá estava também a minha foto vocês nem podem imaginar o tamanho do meu ego naquele momento !!!


DONA  FELICIDADE

Caminho devagar
Porque tenho tempo e não quero me apressar
Quero conviver com cada detalhe que possa observar
 
E surpreendo-me
Em saber
Que as rosas mais bonitas
São as que ainda vão desabrochar
E não sinto falta daquilo que não pude ter
Porque o que tenho fiz por merecer
Razão suficiente para ser feliz
 
Se  perdi é porque não estava preparado para ganhar
Mas aprendi com os erros
Que não posso achar o que não aprendi a procurar
Porque sem saber rir
Jamais vou chorar
 
Pude achar o ritmo da minha felicidade
Tive um coração valente para lutar contra a escuridão
Em meu interior habita a sinceridade
Sem mendigar ou sequer pedir aprovação
E se quero,” posso” esta é a minha grande verdade
   
        (Orides Siqueira)

2 comentários:

Dilmar Gomes disse...

Amigo Orides, mais um bom poema escrito por ti.
Um abraço. Tenhas uma boa semana.

Rosangela Abreu disse...

## Lindíssimo poeta!! ##