Total de visualizações de página

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012


A LUCIDEZ DA LOUCURA

Louco não chora nem sente saudade
Ele ri e solta gritos de liberdade
Pula alto e diz
Eu sou o lúcido
Você é um louco aprendiz

Com a luz ele doura a vida
Ele ri manso pela rua da felicidade
Encara rindo o mundo que o tortura
Ri porque acha bonito , pura vaidade

Quem nos dera a lucidez do louco, para poder suportar o juízo
Louco brilha e tem talento
Só que com a lucidez do pensamento
Todos somos loucos o que varia é a proporção

A loucura é um sonho individual
A razão é a loucura da multidão
Nesta sabedoria tão vasta que não abranjo
Tem gente ainda discutindo sexo de anjo

Mais vale atirar pedra em santo
Do que ser lúcido num canto

(Orides Siqueira)

39 comentários:

GEUZA MARIAH disse...

Nesta sabedoria tão vasta que não abranjo
Tem gente ainda discutindo sexo de anjo

MARAVILHOSO AMIGO! BJS

Orides Siqueira disse...

Obrigado Geuza Mariah, como sempre muito amavel !!!

josilda disse...

Belissima poesia,amei e o admiro muito,voce vai longe. bjs.

Reviragita Poesia disse...

Adorei o desfecho, Orides.

MENSAGENS PARA OS AMIGOS disse...

Orides, seus poemas são lindos,
agradeço por sempre compartilhar. Um grande abraço.

Orides Siqueira disse...

JOSILDA, muito obrigado guria beijo !!!

Orides Siqueira disse...

Ci querida obrigado anjo !!!

Orides Siqueira disse...

MENSAGEM obrigado pela presença volte sempre !!!

jaby disse...

rsrsrsbom dia meu amigaõ
adorei suas poesias
são tds lindas
esta da lucides e loucura
e a pura realidade
mas como dis o ditado
louco q vive feliz
rsrsrs

Orides Siqueira disse...

Obrigado Jaby, volte sempre !!!!

Cléo Anselmo disse...

[B][RED]DUETO.

Com teu silencio engoles minha alegria
Na umidade de tuas entranhas
Quero o calor de tuas mãos
A apalpar o cume de minhas montanhas

Teus sussurros acalmam os meus sentimentos
Me delicio em deliciosos momentos


Teu caminhar de beijos migrantes
Me faz delirar por instantes
O vazio da tua voz
Em primitiva caricia

Quero rasgar tua pele
Beber direto da fonte
Não quero medicamento genérico
Nem droga brotando
Prefiro viver amando.

Quero esse amor que me traduz
Insano e romântico
que me toca na mente.

Sentir a leveza na alma
de uma paixão fascinante
Amor que não se descola
Implorando meu corpo
inteiro apenas num olhar.

Me leva a sonhar cada toque,
a semente germinar
a essência do puro amor.

Orides Poeta & Cléo Anselmo

Orides Siqueira disse...

OBRIGADO CLÉO POR SUA PASSADINHA POR AQUI BEIJO GURIA, VOLTE SEMPRE !!!!

Terezinha disse...

"Todos somos loucos, o que varia é a proporção"!
Seria um bom tema a ser desenvolvido pelos alunos na aula de Redação.
É assim que se prepara para a redação do Vestibular.

Orides Siqueira disse...

É um tema facil de desenvolver alias "facil" porque a loucura é um tema vasto, mas seria super sugestivo para um exercicio da mente, obrigado por a visita TEREZINHA e volte sempre !!!

Paola Vannucci disse...

Orides

Cá estou e faço muito gosto dos seus versos meu amigo

vou me divertir mais aqui com vc

bom domingo

Orides Siqueira disse...

Obrigado pela visita PAOLA fique a vontade a casa é nossa bjsz !!!!

C. Dorothy disse...

PARABÉNS PELO POEMA SOBRE A LOUCURA...VC É UM POETA COM UMA BELEZA DE VISÃO SOBRE VARIADOS TEMAS...BEIJOS LINDO

Orides Siqueira disse...

Dorothy voce é que uma baita poetiza que eu sigo e aplaudo de pé beijo !!!

Orides Siqueira disse...

Dorothy voce é que uma baita poetiza que eu sigo e aplaudo de pé beijo !!!

Júllio Machado disse...

"Controlando a minha maluquez..." (Raul Seixas)
É isso aí poeta. E quem não é louco que atire a primeira pedra.
Abraços!

hotel imperial Edeia disse...

Muito lindo.
Ser poeta é um dom de Deus...

Orides Siqueira disse...

OI jÚLLIO prazer te rever por aqui obrigado por a visita !!!

Orides Siqueira disse...

Obrigado LÉLIA BARROS (Hotel Imperial) por sua amavel visita, volte sempre, te espero aqui !!!

Diná Fernandes de Oliveira Souza disse...

O que seria do poeta se não fosse essa louca lucidez capaz de produzir versos tão verdadeiros?
Me visite, meu blog está de cara nova!

bjs no coração adorável amigo!

Orides Siqueira disse...

Obrigado Dina te visitarei sim, alias ja estou indo lá !!!

Anônimo disse...

Oi, Orides
O ritmo da tua poesia é o ritmo da vida!
Parabéns,
Rozelia Rasia

Orides Siqueira disse...

Obrigado Rozelia seu comentario é muito gentil !!!

Mardilê Friedrich Fabre disse...

Orides, vim, li, gostei. Um verdadeiro poeta. Este teu poema sobre a lucidez da loucura me fez pensar e para mim aí está a verdadeira poesia. Também tenho um blog que atualizo todas as sextas-feiras. Não tão bom como o teu,mas é o que sei fazer:
www.fremitosdaalma.blogspot.com Ficaria feliz com a tua visita.Abrs, Mardilê.

Orides Siqueira disse...

OBRIGADO PELO CONVITE MARDILÊ ESTAREI NO TEU BLOG COM CERTEZA E OBRIGADO POR SEU COMENTARIO AMAVEL VOLTE SEMPRE !!!

SIMPLESMENTE EU disse...

Orifes lindo texto:
De louco todos nós temos um pouco,
o que seria de nós sem a loucura?Abraços!

Orides Siqueira disse...

Agradeço a tua visitinha volte sempre !!!

nina disse...

Poxa adoro tudo que escreve..me sinto lisonjeada em ser sua amiga...bjusssss

Orides Siqueira disse...

Eu é que me sinti lisonjeado com a tua presença no meu blog quero te ver mais vezes por aqui, beijo !!!

Ana Rita disse...

gostei desta Orides, parabens

Orides Siqueira disse...

Obrigado Ana Rita Volte sempre !!!

neusa romer disse...

continue assim meu amigo!!!!!
adro seus poemas!!!
são lindossss!!!
boa sorte!!!!
da amiga de hoje e sempre!!!

Orides Siqueira disse...

Obrigado querida Neusa voce é muito amavel !!!

Anônimo disse...

Querido poeta, teu blog esta muiiito bonito, tuas poesias são bem feitas, parabéns , amiga Carmem.

Orides Siqueira disse...

Obrigado Carmen volte mais vesez bjs !!!!